Yeshua no Tanakh

No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus. Ele estava com Deus no princípio.”

”Todas as coisas vieram à existência por meio dele, e sem ele, nada do que foi feito veio a existir.”

”Nele estava a vida, e a vida era a luz da humanidade.”

”A luz brilha nas trevas, e as trevas não a suprimiram.”

”Esta era a luz verdadeira, que ilumina todos os homens que entram no mundo.”

”Ele estava no mundo - o mundo foi feito por meio dele -, entretanto o mundo não o conheceu.”

”A Palavra se tornou um ser humano e viveu entre nós, e vimos sua Sh’khinah (glória), a Sh’khnih do Filho único do Pai, repleto de graça e verdade.
— Yochanan (João) 1:1-5 | 1:9-10 | 1:14

Este estudo compreende todo o Tanakh (livros da Primeira Aliança) e sua estreita relação com Yeshua, o Filho unigênito de Adonai que já existia antes da fundação do Mundo. Quando, onde e como Ele é mencionado; a distinção entre Pai e Filho nesse conjunto de livros, e cuja ausência dessa clareza fomentou graves divisões entre os homens; Sua predição como O descendente anunciado a Havah (Eva) e a vestimenta de pele de cordeiro feita para o casal expulso do Éden, fazendo uma alusão direta Àquele que cobriria nossos pecados; Sua comunhão com os patriarcas; Sua aparição ao profeta Moshe (Moisés) e influência nos eventos avassaladores sobre o Egito que culminaram com o êxodo dos Hebreus; qual fora Seu papel como ‘Anjo do Senhor’, mensageiro e guerreiro de Hashem; Seu familiar vínculo com Melech David (Rei Davi), do qual descende diretamente como homem ao passo que o antecede como Elohim (D’us); Yesha’yahu (Isaías) e as profecias que expressaram com surpreendente exatidão o sofrimento que Ele viria passar; Yirmeyahu (Jeremias) anunciando um renovo do ramo de David para Yisrael (Israel) até os profetas “menores” predizendo Sua vinda, retorno e governo milenar, algo também conhecido no cristianismo como proto-evangelho. Tudo isso e muito mais! Embarque nessa jornada conosco que visa enxergar a totalidade das Escrituras Sagradas analisando e identificando a pessoa do Mashiach (Messias) no Tanakh - sempre presente, porém tão oculto (ou ignorado) aos observadores menos atentos -, que ocupa, inegavelmente, o epicentro do projeto de redenção para a humanidade, e não “apenas” como Redentor da mesma, mas como autor e consumador de nossa Emunah (fé), devolvendo-Lhe, por fim, Sua importância e influência nos eventos passados, reconhecimento que, consequentemente, proporciona um entendimento pleno das duas Alianças.


Aula 1

5 de agosto de 2017

Aula 2

12 de agosto 2017

Aula 3

19 de agosto de 2017


Aula 4

26 de agosto de 2017

Aula 5A

2 de setembro de 2017

Aula 5B

2 de setembro de 2017


Aula 6

9 de setembro de 2017

Aula 7

16 de setembro de 2017

Aula 8

23 de setembro de 2017


Aula 9

7 de outubro de 2017