Dicas para manter sua conexão estável durante as transmissões ao vivo

 

Os estudos e eventos ao vivo são transmitidos direto da Beit Sar Shalom por uma câmera que captura em 720p (resolução 1280x720 ou widescreen 16:9), uma qualidade excelente para transmissões dessa natureza, fazendo o upload do vídeo por uma largura de banda (velocidade de internet) percentualmente relativa à taxa de download contratada, nesse caso 100Mbps, o que garante que as imagens sejam exibidas pelo Youtube com tal qualidade. Porém, o Youtube possui um mecanismo inteligente que prioriza a transmissão (ou streaming) sem cortes e não a qualidade, quando esse mecanismo percebe qualquer queda na largura de banda — seja de quem transmite ou assiste — ele automaticamente reduz a qualidade da imagem a fim de não perder com a conexão, em último caso cortando a imagem e reproduzindo apenas o áudio. Sendo assim, assistir com uma boa qualidade de imagem depende de variáveis que não são exclusivas do 'server side' (lado do servidor ou aquele quem transmite ao vivo), nesse caso a Beit. Parte dessa fórmula depende, também, do 'user side' (lado do usuário ou quem assiste), que por sua vez é cada um de nós que acompanhamos as aulas e/ou eventos via dispositivo móvel (smartphone) ou desktop (computadores de mesa como notebooks e/ou torres).

Para manter sua conexão estável, sem cortes ou pausas, e/ou garantir uma boa qualidade de imagem, sem que esse seja reduzida, siga as seguintes instruções:

1 - Verifique sua conexão com a internet, velocidades abaixo de 10Mbps não garantem uma boa qualidade de streaming nos padrões que são enviados ao Youtube, 720p. Isso acontece porque, ignobilmente, as provedoras são obrigadas fornecer somente 10% (supostamente 30% agora) do total assinado, ou seja, se você paga por uma internet de 10MB está recebendo só 1MB. Justo não?

2 - Se conectado de um desktop (torre, computador de mesa, notebook etc.), certifique-se de que não existam outros dispositivos conectados na mesma rede (Wifi ou cabeada), ou seja, quanto mais dispositivos conectados, tanto computadores como smartphones, a largura de banda da sua internet estará sendo dividida para cada um deles, cada qual consumindo segundo variáveis internas (número de apps conectados, páginas abertas, transferência de dados, atualizações de softwares, downloads ativos etc.), o que torna a capacidade de streaming do seu dispositivo (smartphone ou desktop) mais lenta e, como consequência, prejudicando a qualidade da imagem.

3 - Verifique, tanto no seu dispositivo (computador ou smartphone) como em outros que se utilizam da mesma rede na sua residência, se possui algum download em andamento, cancelando esse, se algum software P2P (torrent) está ativo, esses softwares ocupam uma imensa largura de banda, mesmo não compartilhando arquivos, ou se aplicativos no smartphone ou softwares no computador estão sendo atualizados, cancelando essas ações.

4 - Em último caso, desative a conexão Wifi dos dispositivos móveis (smartphones) e computadores conectados (seja por Wifi ou cabeado) na mesma rede que utiliza para assistir ao estudo/evento. O inverso também funciona, se estiver assistindo de um smartphone você pode desligar os computadores, garantindo que toda banda seja utilizada por você ao carregar o vídeo (streaming ao vivo).

5 - Se você utiliza o Wifi para se conectar, seja de um smartphone ou desktop, fique atento as barreiras físicas entre você e o roteador (aparelho que transmite o sinal Wifi), quanto mais longe desse objeto que transmite e recebe o sinal, pior sua conexão e maior a chance do streaming falhar e a qualidade da imagem decair. Para tanto, basta observar o ícone do Wifi, se todas as barras estivem preenchidas é porque o sinal é excelente, porém, isso não garante um bom streaming uma vez que 'qualidade de sinal' e 'velocidade de conexão' são coisas diferentes.

6 - Verifique a quantidade de abas e/ou janelas abertas no seu navegador, quanto mais abas e/ou janelas abertas, maior a divisão da largura de banda para cada uma delas. Feche todas as abas e/ou janelas e deixe somente aquelas voltadas para o streaming como páginas no Facebook ou chat (janela ou aba de conversa) referentes ao estudo/evento, e/ou o Youtube com o streaming ao vivo. Links de notícias e imagens podem ser abertos posteriormente, após o estudo/evento. Se conectado de um smartphone, a lógica permanece a mesma, encerre abas adjacentes e apps conectados na internet.

7 - Pode ocorrer da internet da Beit Sar Shalom estar oscilante prejudicando a qualidade da imagem, nesse caso não há como melhorar a mesma. Também pode ocorrer de tanto a imagem como o áudio estarem sendo comprometidos, nesse caso existe uma forma de manter com a conexão, estabilizando o áudio em detrimento da qualidade da imagem e "burlando" o sistema automático de qualidade do Youtube, para tanto siga as instruções abaixo:

A - Observando a barra de ferramentas do player percebemos que em toda transmissão ao vivo a barra de carregamento do streaming fica completamente vermelha e o indicador dos minutos (timer) desaparece para dar lugar para o indicativo 'AO VIVO'.

Player ao vivo.

Player comum, indica o 'timer'.

B - No canto inferior direito do player vemos um ícone em forma de engrenagem chamado de 'Detalhes', são as configurações de qualidade do vídeo:

Ao passar o ponteiro do mouse sobre o mesmo ele indica esse nome, clique sobre ele para abrir as opções.

C - Clicando sobre esse ícone abrimos as opções do vídeo como 'Qualidade', 'Anotações' e 'Velocidade', provavelmente a qualidade do seu estará em conformidade com sua largura de banda, no meu caso 360p. Note que isso é automático, o Youtube seleciona essa qualidade com base na sua largura de banda, portanto devemos desativar essa opção. Clique sobre a opção 'Qualidade' para abrir mais opções:

Note que ele informa a opção 'Automático' seguida pela qualidade que ele acha que é a ideal para você.

D - Clique sobre 144p, isso vai decair com a qualidade da imagem, porém, o áudio será preservado garantindo que possamos ao menos ouvir a transmissão caso a internet da Beit esteja muito oscilante. Note que antes a opção 'Automático' estava selecionada e agora definimos a qualidade para um padrão constante:

Antes a opção 'Automático' estava ativa, aqui eu selecionei 144p, a pior qualidade possível, isso preservou o áudio em detrimento da qualidade.

IMPORTANTE: Uma vez modificada a qualidade manualmente todos os vídeos que assistir na sequência terão o mesmo padrão até que você reinicie seu navegador, retorne para opção 'Automático' ou selecione uma qualidade melhor.

E - Nesse último passo podemos atrasar o carregamento do streaming evitando cortes ou travamentos com uma manobra bem simples, basta pausar o vídeo por alguns instantes clicando sobre o ícone para essa ação [ II ], esperamos de 15 segundos à 3 minutos - não mais do que isso para não perdemos a sincronia de links e perguntas ficando muito atrasados - depois clicamos novamente em 'Play' [ > ], isso cria uma 'delay', um atraso entre sua transmissão pela Beit e a captura por nossos aparelhos, ou seja, o vídeo vai "sair" do modo AO VIVO e entrar no modo de carregamento. Ele continua ao vivo, nós só criamos um pequeno atrasado na sincronia.

Note que existe um círculo vermelho ao lado de 'AO VIVO', isso indica uma sincronia perfeita e sem atrasos. Pause o vídeo e aguarde o tempo informado (de 15seg. até 3min.)...

...depois clique em Play novamente.

F - Para "voltar" para a transmissão ao vivo basta clicar sobre essa opção, AO VIVO, ao lado do controle de volume. Note que existe um círculo indicando quando você está ou não acompanhando a transmissão ao vivo. Quando ao vivo ela fica vermelha, quando não ela fica cinza. É importante saber que ao optar novamente por AO VIVO o tempo que inicialmente esperamos para criar o atraso será pulado e a transmissão entrará em sincronia sem nenhuma delay.

Note que o círculo ao lado de 'AO VIVO' está apagado (cinza), ou seja, o vídeo não está em sincronia, afinal atrasamos o mesmo. Lembre-se que se clicar sobre a opção AO VIVO ele vai pular o tempo que pausamos e entrar em sincronia sem nenhum atraso.

G - Também podemos optar por esse método de atraso caso desejemos uma qualidade de vídeo melhor e nossa internet esteja oscilante ou sua largura de banda seja baixa, definindo a qualidade para 720p criando-se uma delay maior. Porém, ainda vamos depender que a transmissão saia da Beit nessa qualidade.

 

Qualquer dúvida nos procure, shalom.

— Att, Suporte técnico